Situação na Grécia

COMUNICADO

O povo grego teve a coragem de dizer “não” a propostas que pretendiam continuar políticas erradas de austeridade, de empobrecimento e de dependência. O povo grego disse “não” em nome da dignidade e da democracia, em nome de uma outra visão para a Europa.

A decisão difícil dos gregos, tomada em condições duríssimas, é um gesto de liberdade que abre novas possibilidades de entendimento. É urgente reiniciar as negociações e obter um acordo. Cabe à União Europeia, a todos os seus membros, incluindo Portugal, enfrentar a situação e construir as soluções que permitam reencontrar um caminho de paz e desenvolvimento, de solidariedade e convergência entre os países.

Este é um momento decisivo para a Europa e para o seu futuro. Nesta hora, exige-se sentido de Estado, lucidez e visão a todos os responsáveis políticos. Sem a Grécia não há Europa. Espera-se que todos estejam à altura da situação.

António Sampaio da Nóvoa