“A produtividade é essencial para Portugal”

“É daqui, do distrito de Braga, que quero dirigir a todos os portugueses uma mensagem de valorização da cultura do trabalho, que é muito forte no norte de Portugal e em tantas outras regiões. Devemos valorizar a cultura do trabalho e da produção, mas pela qualificação e não pelo trabalho precário. Pela inovação e conhecimento e não pelas políticas do passado. Temos de apostar nas nossas empresas, nos nossos trabalhadores, na nossa capacidade de produzir, de nos abrirmos ao mundo, com inovação, novas tecnologias, com liberdade de iniciativa, com alguma capacidade de risco, sem bloqueios burocráticos. Em definitivo, a produtividade é essencial para Portugal porque sem produtividade, sem criação de riqueza, a médio prazo não resolveremos nenhum dos nossos problemas estruturais.” – Sampaio da Nóvoa, Louro, Famalicão, após a visita à fábrica Louropel (18 dezembro 2015).