“Quem estará em melhores condições para mobilizar o país para aquilo que importa: a aposta no conhecimento e nas qualificações, o combate ao desemprego e à fractura social?”

“Precisamos de uma ideia de país a 20, 30 anos. O papel do Presidente da República não é governar, é para isso que temos um Governo, mas ser um actor fundamental na mobilização do país para uma ideia de futuro.
A questão que se vai colocar aos portugueses é a de saber quem estará em melhores condições para representar na Presidência da República esta ideia de país? Quem estará em melhores condições para mobilizar o país para aquilo que importa: a aposta no conhecimento e nas qualificações, o combate ao desemprego e à fractura social?” – Sampaio da Nóvoa, no almoço que reuniu hoje centenas de apoiantes em Fafe.