“No desconhecimento está quase sempre a xenofobia e o racismo.”

Sampaio da Nóvoa visitou a “Casa para o Mundo”, Centro de Acolhimento para Crianças Refugiadas.
“A questão dos refugiados é uma situação que preocupa todos. Agravou-se muito nos últimos meses e vai ter um enorme impacto nos próximos anos. É uma realidade que os portugueses precisam de conhecer e compreender. Não há nada que nos dê mais dignidade como seres humanos e como país do que poder ter uma atitude de grande abertura e de grande acolhimento em relação a situações absolutamente dramáticas de crianças e jovens que temos a obrigação de acolher e tratar bem. Ao darmos a conhecer estas situações, ao conversarmos com estes jovens, ao levarmos a conversa com estes jovens a todos os portugueses, quebramos barreiras. É desse conhecimento que se faz uma quebra de preconceitos e tabus, porque no desconhecimento está quase sempre a xenofobia e o racismo”.

cas2 cas3 cas4