Américo Prata

Vou votar em Sampaio da Nóvoa. Gosto da sua verticalidade, sem “verbos de encher”!